Home» Liturgia Diária» Aquele que praticar e ensinar os mandamentos, este será considerado grande

Aquele que praticar e ensinar os mandamentos, este será considerado grande  

Ano C – 6 de março de 2013

Cor Liturgica: ROXO (4ª-feira da 3ª Semana Quaresma)

Mateus 5,17-19

Glória a Cristo, palavra eterna do Pai, que é amor!
Senhor, tuas palavras são espírito, são vida; só tu tens palavras de vida eterna! (Jo 6,63.68)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
5 17 Disse Jesus aos seus discípulos: “Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.
18 Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.
19 Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus”.
Palavra da Salvação.

Comentário do Evangelho

O CUMPRIMENTO DA LEI
O modo de Jesus falar e agir deixava transparecer que ele rejeitava a Lei de Moisés e se colocava à margem da religião e da fé do seu povo. Quiçá, alguém o tomasse como anarquista ou, então, como um indivíduo que corre atrás de novidades. 
Jesus tentou esclarecer esta situação, explicando sua posição diante da Lei. Sua missão não foi a de invalidar a Lei pela qual o povo, havia séculos, pautava sua vida, crendo tratar-se da vontade de Deus. Antes, veio para cumpri-la de maneira radical, sem omitir um só mandamento. E mais: quem se fizesse discípulo dele, deveria seguir seus passos, sob pena de não ser aceito Pai.
As palavras de Jesus podem dar a impressão de que esteja se declarando um legalista, a exemplo dos escribas e fariseus. Nada disso! Quando falou em cumprir plenamente a Lei, não estava pensando naquela mil vezes interpretada e reinterpretada, nem sempre de modo conveniente. Ele se referia à Lei enquanto correspondente ao desígnio original de Deus, àquilo que é o projeto de Deus para a humanidade, sem intromissões indevidas. Jesus foi absolutamente fiel ao espírito da Lei, embora isto o levasse a relativizar-lhe a letra, pelo menos, como era entendida pelos mestres de sua época. A Lei, vivenciada no seu espírito, foi uma pauta de ação para Jesus.

Oração 
Senhor, revela-me o verdadeiro sentido da Lei, aquele que o Pai quer, e ajuda-me a vivê-la integralmente.

Leitura

Deuteronômio 4,1.5-9

Leitura do livro do Deuteronômio.
4 1 “E agora, ó Israel, ouve as leis e os preceitos que hoje vou ensinar-vos. Ponde-os em prática para que vivais e entreis na posse da terra que o Senhor, Deus de vossos pais, vos dá.
5 Vede: ensinei-vos leis e ordenações, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenou, a fim de as praticardes na terra que ides possuir.
6 Observai-as, praticai-as, porque isto vos tornará sábios e inteligentes aos olhos dos povos, que, ouvindo todas essas prescrições, dirão: ‘eis uma grande nação, um povo sábio e inteligente’.
7 Haverá, com efeito, nação tão grande, cujos deuses estejam tão próximos de si como está de nós o Senhor, nosso Deus, cada vez que o invocamos?
8 Qual é a grande nação que tem mandamentos e preceitos tão justos como esta lei que vos apresento hoje?
9 Guarda-te, pois, a ti mesmo: cuida de nunca esquecer o que viste com os teus olhos, e toma cuidado para que isso não saia jamais de teu coração, enquanto viveres; e ensina-o aos teus filhos, e aos filhos de teus filhos”.
Palavra do Senhor.
Salmo 147/147B
Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Glorifica o Senhor, Jerusalém!
Ó Sião, canta louvores ao teu Deus!
Pois reforçou com segurança as atuas portas
e os teus filhos em teu seio abençoou.

Ele envia suas ordens para a terra,
e a palavra que ele diz corre veloz.
Ele faz cair a neve como lã
e espalha a geada como cinza.

Anuncia a Jacó sua palavra,
seus preceitos e suas leis a Israel.
Nenhum povo recebeu tanto carinho,
a nenhum outro revelou os seus preceitos.

Oração
Ó Deus de bondade, concedei que, formados ela observância da Quaresma e nutridos por vossa palavra, saibamos mortificar-nos para vos servir com fervor, sempre unânimes na oração. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Link: 59 pessoas viram!