Home» Liturgia Diária» Jesus realizou este início dos sinais em Caná da Galiléia.

Jesus realizou este início dos sinais em Caná da Galiléia.  

Ano B – 7 de janeiro de 2012

Cor Liturgica: BRANCO (OITAVA DA EPIFANIA – 07/01 -Especial Natal )

João 2,1-11

Aleluia, aleluia, aleluia.
Um grande profeta surgiu entre nós e Deus visitou o seu povo, aleluia (Lc 7,16).


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
2 1 Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus.
2 Também foram convidados Jesus e os seus discípulos.
3 Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: “Eles já não têm vinho”.

4 Respondeu-lhe Jesus: “Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou”.
5 Disse, então, sua mãe aos serventes: “Fazei o que ele vos disser”.
6 Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas.
7 Jesus ordena-lhes: “Enchei as talhas de água”. Eles encheram-nas até em cima.
8 “Tirai agora”, disse-lhes Jesus, e levai ao chefe dos serventes. E levaram.

9 Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era (se bem que o soubessem os serventes, pois tinham tirado a água), chamou o noivo
10 e disse-lhe: “É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora”.
11 Este foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná da Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele.
Palavra da Salvação.


Comentário do Evangelho
O PRIMEIRO SINAL

O milagre em Caná da Galiléia foi um marco significativo no ministério de Jesus. Com ele, o Messias começava a dar cumprimento à missão recebida do Pai, em favor da humanidade.

A transformação da água em vinho simbolizou a chegada dos tempos messiânicos. O povo comparava a instauração do Reino de Deus com uma grande festa, caracterizada pela abundância de vinho. Em Jesus, o vinho novo do Reino estava sendo oferecido em abundância. E mais, oferecido gratuitamente, como prenunciava o profeta ao convidar o povo a beber vinho novo, sem pagar. A qualidade superior do vinho era também um detalhe importante. O Reino instaurado por Jesus não seria uma reedição mal-feita dos esquemas antigos. Ele não pretendia ser um reformador da religião. Antes, sua proposta tinha sabor de novidade, por se fundar no querer do Pai, sem as intromissões humanas tão comuns na prática religiosa daquela época.

A água era usada para as abluções rituais dos participantes da festa. No Reino instaurado por Jesus, a purificação para a festa seria feita pela prática do amor, e não com água. Por conseguinte, uma purificação do mais íntimo do coração, onde se dá o encontro da pessoa com Deus.

Oração
Senhor Jesus, concede-me a graça de participar das alegrias do teu Reino, purificando meu coração, mediante um amor entranhado a meu próximo.

Leitura

1 João 5,14-21

Leitura da primeira carta de são João.
14 Caríssimos, a confiança que depositamos nele é esta: em tudo quanto lhe pedirmos, se for conforme à sua vontade, ele nos atenderá.
15 E se sabemos que ele nos atende em tudo quanto lhe pedirmos, sabemos daí que já recebemos o que pedimos.
16 Se alguém vê seu irmão cometer um pecado que não o conduza à morte, reze, e Deus lhe dará a vida; isto para aqueles que não pecam para a morte. Há pecado que é para morte; não digo que se reze por este.

17 Toda iniqüidade é pecado, mas há pecado que não leva à morte.
18 Sabemos que aquele que nasceu de Deus não peca; mas o que é gerado de Deus se acautela, e o Maligno não o toca.
19 Sabemos que somos de Deus, e que o mundo todo jaz sob o Maligno.
20 Sabemos que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento para conhecermos o Verdadeiro. E estamos no Verdadeiro, nós que estamos em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.
21 Filhinhos, guardai-vos dos ídolos!
Palavra do Senhor.

Salmo 149
O Senhor ama seu povo de verdade.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
Alegre-se Israel em quem o fez,
e Sião se rejubile no seu rei!

Com danças glorifiquem o seu nome,
toquem harpa e tambor em sua honra!

Porque, de fato, o Senhor ama seu povo
e coroa com vitória os seus humildes.

Exultem os fiéis por sua glória
e, cantando, se levantem de seus leitos
com louvores do Senhor em sua boca.
Eis a glória para todos os seus santos.

Oração
Deus eterno e todo-poderoso, pela vinda do vosso Filho, vos manifestastes em nova luz. Assim como ele quis participar da nossa humanidade, nascendo da Virgem, dai-nos participar de sua vida no reino. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Link: 88 pessoas viram!