Home» Liturgia Diária» O outro discípulo correu mais depressa que Pedro, e chegou primeiro ao túmulo.

O outro discípulo correu mais depressa que Pedro, e chegou primeiro ao túmulo.  

Ano A – 27 de dezembro de 2010

Cor Liturgica: BRANCO (São João, Apóstolo e Evangelista, Ofício Festivo, 1ª do Saltério)

João 20,2-8

Aleluia, aleluia, aleluia.

A vós, ó Deus, louvamos, a vós, Senhor, cantamos, vos louva o exército dos vossos santos mártires!

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.

2 Correu e foi dizer a Simão Pedro e ao outro discípulo a quem Jesus amava: “Tiraram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram!”

3 Saiu então Pedro com aquele outro discípulo, e foram ao sepulcro.

4 Corriam juntos, mas aquele outro discípulo correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro ao sepulcro.

5 Inclinou-se e viu ali os panos no chão, mas não entrou.

6 Chegou Simão Pedro que o seguia, entrou no sepulcro e viu os panos postos no chão.

7 Viu também o sudário que estivera sobre a cabeça de Jesus. Não estava, porém, com os panos, mas enrolado num lugar à parte.

8 Então entrou também o discípulo que havia chegado primeiro ao sepulcro. Viu e creu.

Palavra da Salvação.


Comentário do Evangelho
O núcleo desta narrativa do evangelho de João é que “o discípulo que Jesus mais amava”, diante do túmulo vazio de Jesus, acreditou. Para ele não são necessárias as aparições. Ele acreditou que Jesus, com o qual convivera, sempre vivera em comunhão de amor com o Pai, participando de sua vida divina e eterna. A dimensão da temporalidade cede lugar à eternidade na comunhão de amor com Deus. O discípulo crê que Jesus está vivo e presente entre eles. No evangelho de João não aparece de modo algum o nome do discípulo João. Aparece este discípulo incógnito, nomeado como “o outro discípulo” ou “o discípulo que Jesus mais amava”. A tradição via neste discípulo o próprio autor do evangelho, que seria João, irmão de Tiago. Percebe-se uma influência de convertidos samaritanos neste evangelho, pela sua universalidade e pelo destaque da adesão dos samaritanos a Jesus, em contraposição à rejeição dos judeus.
Leitura

1 João 1,1-4

Leitura da primeira carta de são João.

1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado e as nossas mãos têm apalpado no tocante ao Verbo da vida –

2 porque a vida se manifestou, e nós a temos visto; damos testemunho e vos anunciamos a vida eterna, que estava no Pai e que se nos manifestou -,

3 o que vimos e ouvimos nós vos anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho Jesus Cristo.

4 Escrevemo-vos estas coisas para que a vossa alegria seja completa.

Palavra do Senhor.

Salmo 96/97

Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

Deus é rei! Exulte a terra de alegria,

e as ilhas numerosas rejubilem!

Treva e nuvem o rodeiam no seu trono,

que se apóia na justiça e no direito.

As montanhas se derretem como cera

ante a face do Senhor de toda a terra;

e assim proclama o céu sua justiça,

todos os povos podem ver a sua glória.

Uma luz já se levanta para os justos,

e a alegria, para os retos corações.

Homens justos, alegrai-vos no Senhor,

celebrai e bendizei seu santo nome!

Oração
Ó Deus, que pelo apóstolo são João nos revelastes os mistérios do vosso Filho, tornai-nos capazes de conhecer e amar o que ele nos ensinou de modo incomparável. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Link: 718 pessoas viram!