Home» Liturgia Diária» Os parentes de Jesus diziam que estava fora de si.

Os parentes de Jesus diziam que estava fora de si.  

Dia 21 de Janeiro – Sábado

SANTA INÊS
Virgem e Mártir
(Vermelho, Prefácio Comum ou dos Santos – Ofício da Memória)


Antífona de Entrada

Esta é uma virgem sábia, do número das prudentes, que foi ao encontro de Cristo com sua lâmpada acesa.


Oração do dia

Deus eterno e todo-poderoso, que escolheis as criaturas mais frágeis para confundir os poderosos, dai-nos, ao celebrar o martírio de santa Inês, a graça de imitar sua constância na fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Leitura (Hebreus 9,2-3.11-14)

Leitura da carta aos Hebreus.
Irmãos, 9 2 consistia numa tenda: a parte anterior encerrava o candelabro e a mesa com os pães da proposição; chamava-se Santo. 3 Atrás do segundo véu achava-se a parte chamada Santo dos Santos.
11 Porém, já veio Cristo, Sumo Sacerdote dos bens vindouros. E através de um tabernáculo mais excelente e mais perfeito, não construído por mãos humanas (isto é, não deste mundo), 12 sem levar consigo o sangue de carneiros ou novilhos, mas com seu próprio sangue, entrou de uma vez por todas no santuário, adquirindo-nos uma redenção eterna. 13 Pois se o sangue de carneiros e de touros e a cinza de uma vaca, com que se aspergem os impuros, santificam e purificam pelo menos os corpos, 14 quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu como vítima sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência das obras mortas para o serviço do Deus vivo?
Palavra do Senhor.


Salmo Responsorial 46/47

Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta. 

Povos todos do universo, batei palmas,
gritai a Deus aclamações de alegria!
Porque sublime é o Senhor, o Deus altíssimo,
o soberano que domina toda a terra.

Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa,
salmodiai, ao som da harpa, ao nosso rei!

Porque Deus é o grande rei de toda a terra,
ao som da harpa acompanhai os seus louvores!
Deus reina sobre todas as nações,
está sentado no seu trono glorioso.


Evangelho (Marcos 3,20-21)

Aleluia, aleluia, aleluia.
Abri-nos, ó Senhor, o coração, para ouvirmos a palavra de Jesus! (At 16,14).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.
3 20 Jesus e seus discípulos dirigiram-se em seguida a uma casa. Aí afluiu de novo tanta gente, que nem podiam tomar alimento.
21 Quando os seus o souberam, saíram para o reter; pois diziam: “Ele está fora de si.”
Palavra da Salvação.


Comentário ao Evangelho

ALVOROÇO EM TORNO DO MESTRE
            O Evangelho se dá conta do alvoroço da multidão em torno de Jesus. Quando pregava à beira do lago da Galiléia, instruía os discípulos para terem sempre um barco pronto para escapar, caso a multidão ameaçasse comprimi-lo. Houve até momentos em que o vai-e-vem infindável das multidões não lhe permitia nem mesmo comer.
            Tal coisa deixava preocupados seus parentes mais próximos. Estes, imediatamente, tomaram providências para tirá-lo daquela situação. Tal gesto, porém, pode ser interpretado de dois modos. Os parentes poderiam estar preocupados com o bem estar de Jesus, e queriam garantir-lhe um tempo de repouso, para recuperar as forças, uma vez que até se dizia estar o Mestre agindo como um louco. Ou eles mesmos acreditavam que Jesus estivesse fora de si. Daí tomarem a iniciativa para afastá-lo da multidão, de modo a não continuar fazendo suas “loucuras”.
Ambas as interpretações desfocam a imagem de Jesus. No primeiro caso, ele é considerado incapaz de ter controle sobre a situação externa; no segundo, consideram-no incapaz de controlar os próprios sentimentos e emoções, dando mostras de demência.
            Os familiares de Jesus estavam bem longe de compreender o sentido daquela movimentação. Tratava-se do alvoroço causado pela presença do Reino de Deus, cujo mediador era Jesus. Era a “loucura” de Deus manifestando sua misericórdia sem limites para com os pobres e marginalizados que não tinham ninguém a seu favor.

Oração
Pai, a manifestação de tua misericórdia, por meio de Jesus, é motivo de imenso júbilo. Que eu saiba expressá-lo, com todo o vigor, sem medo das censuras e maledicências.


Sobre as Oferendas

Ó Deus, ouvi as nossas preces, ao proclamarmos as vossas maravilhas em santa Inês, e, assim como vos agradou por sua vida, seja de vosso agrado o nosso culto. Por Cristo, nosso Senhor.


Antífona da Comunhão

Eis que vem o esposo, ide ao encontro de Cristo, o Senhor! (Mt 25,6)


Depois da Comunhão

Senhor nosso Deus, fortalecidos pela participação nesta eucaristia, fazei que, a exemplo de santa Inês, nos esforcemos por servir unicamente a vós, trazendo em nosso corpo os sinais dos sofrimentos de Jesus. Por Cristo, nosso Senhor.

Link: 119 pessoas viram!