Home» Liturgia Diária» Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tira logo, mesmo em dia de sábado?

Se algum de vós tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tira logo, mesmo em dia de sábado?  

Ano C – 1 de novembro de 2013

Cor Liturgica: VERDE ( 6ª-feira da 30ª Semana Tempo Comum)

Lucas 14,1-6

Aleluia, aleluia, aleluia.
Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem (Jo 10,27).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
14 1 Jesus entrou num sábado em casa de um fariseu notável, para uma refeição; eles o observavam.
2 Havia ali um homem hidrópico.
3 Jesus dirigiu-se aos doutores da lei e aos fariseus: “É permitido ou não fazer curas no dia de sábado?”
4 Eles nada disseram. Então Jesus, tomando o homem pela mão, curou-o e despediu-o.
5 Depois, dirigindo-se a eles, disse: “Qual de vós que, se lhe cair o jumento ou o boi num poço, não o tira imediatamente, mesmo em dia de sábado?”
6 A isto nada lhe podiam replicar.
Palavra da Salvação.


Comentário do Evangelho
A maneira como os fariseus praticavam a Lei mosaica levava-os, muitas vezes, a tomarem atitudes insensatas. Jesus não comungava com o exagero deles; antes, submetia a obediência à Lei às exigências do amor e da misericórdia. Diante de uma situação em que a misericórdia se torna um imperativo, os preceitos da Lei ficam em segundo lugar.
Partindo deste princípio, Jesus não teve receio de curar o homem que padecia de hidropisia, embora fosse sábado e tivesse diante de si o chefe dos rigorosos fariseus. Entre agradar seu anfitrião e agradar a Deus, ele não hesitou. Contudo, não desagradou os fariseus simplesmente com o intuito de chocá-los e causar mal-estar naquele ambiente de fraternidade, pois se tratava de uma refeição. A ação de Jesus tinha sido uma obra da misericórdia. Ele não entreviu outro caminho possível, a não ser enviar, para casa, o homem já curado.
Jesus ofereceu aos fariseus um argumento que justificava sua ação: é sempre permitido defender a vida, seja ela qual for. Ninguém pergunta se é permitido tirar um boi ou um jumento, caído num poço em dia de sábado. E por que não, em se tratando de um ser humano, mergulhado na dor e no sofrimento de uma doença? A atitude de Jesus primou pela sensatez inspirada pelo Pai. Ninguém pode ser dispensado de praticar a misericórdia, que é característica do Pai. Tudo o mais deve estar submetido a ela.

Oração
Senhor Jesus, que todo o meu agir se inspire na misericórdia, que me torna sensível diante da dor e do sofrimento de meu próximo.

Leitura

Romanos 9,1-5

Leitura da carta de são Paulo aos Romanos.
9 1 Digo a verdade em Jesus Cristo, não minto; a minha consciência me dá testemunho pelo Espírito Santo:
2 sinto grande pesar, incessante amargura no coração.
3 Porque eu mesmo desejaria ser reprovado, separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são do mesmo sangue que eu, segundo a carne.
4 Eles são os israelitas; a eles foram dadas a adoção, a glória, as alianças, a lei, o culto, as promessas
5 e os patriarcas; deles descende Cristo, segundo a carne, o qual é, sobre todas as coisas, Deus bendito para sempre. Amém.
Palavra do Senhor.
Salmo 147/147B
Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Glorifica o Senhor, Jerusalém!
Ó Sião, canta louvores ao teu Deus!
Pois reforçou com segurança as tuas portas,
e os teus filhos em teu seio abençoou.

A paz em teus limites garantiu
e te dá como alimento a flor do trigo.
Ele envia suas ordens para a terra,
e a palavra que ele diz corre veloz.

Anuncia a Jacó sua palavra,
seus preceitos e suas leis de Israel.
Nenhum povo recebeu tanto carinho,
a nenhum outro revelou os seus preceitos.

Oração
Deus eterno e todo-poderoso, aumentai em nós a fé, a esperança e a caridade e dai-nos amar o que ordenais para conseguirmos o que prometeis. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Link: 187 pessoas viram!