Home» Pascom

Pascom

Pastoral da Comunicação

A Pastoral da Comunicação (Pascom) é uma pastoral ainda nova, na Igreja. Os documentos da Igreja que tratam do tema comunicação são recentes.

O primeiro documento publicado sobre o tema é o documento 59, da CNBB, com o título “Igreja e Comunicação rumo ao Novo Milênio“, fruto da Assembléia Geral dos Bispos do Brasil, realizada em abril de 1997, em São Paulo. É esse o primeiro documento da CNBB que trata da necessidade da criação e organização da Pascom nas dioceses e paróquias.

O que é a Pastoral da Comunicação?

A Pascom é a pastoral do ser/estar em comunhão/comunidade. É a pastoral da acolhida e da participação, das inter-relações humanas, da organização solidária, do planejamento democrático, do uso dos recursos e instrumentos que facilitem o intercâmbio de informações e manifestações das pessoas no interior da comunidade e da sociedade”. (Doc 57 da CNBB, nº 244).

Então, a Pascom serve para:

  • Evangelizar, afinal, como diz o Documento de Puebla (1063): “evangelizar é comunicar”. A Pascom trabalha para que todos os membros da Igreja (bispos, padres, diáconos, religiosos, leigos) adotem uma postura de comunicação mais humana, fraterna.
  • Dar unidade às práticas de comunicação existentes na Igreja. Quantas paróquias têm programas de rádio, site, jornal, mural, mas cada um feito por uma pessoa ou um grupo, isoladamente? A Pascom existe para dar unidade a estas ações.
  • Construir comunhão: antes de pensar na comunicação na sociedade, é preciso avaliar se não estamos reproduzindo o modelo pecaminoso de comunicação, no interior da própria Igreja. O objetivo da Pascom não é, simplesmente, produzir e emitir informações. Antes disso, é preciso pensar em melhorar a qualidade da comunicação entre as pessoas, pastorais e setores, para que a comunicação gere comunhão, a exemplo das primeiras comunidades cristãs. Devemos comunicar para gerar comunhão.
  • Promover a pessoa: você já presenciou a alegria de uma pessoa simples ou das pessoas de uma comunidade, quando se vêem num vídeo? Ou quando escutam suas vozes num programa de rádio? Ou quando vêem sua fotografia numa boa notícia dos nossos jornais? A comunicação pode promover a pessoa, dessa maneira, ou levando-as à mobilização por melhores condições de vida, na sociedade. O meio pode estimular processos comunitários pela cidadania.

Venha integrar essa rede de formadores para a comunicação

Você sente vontade de participar, entre em contato

966 pessoas viram!