Home» Artigos» Dom Osvaldo deixa a mensagem de Natal

Dom Osvaldo deixa a mensagem de Natal  

Natal é a festividade mais querida aos seguidores, discípulos e missionários de Jesus Cristo, cujas vidas se voltam totalmente para Ele, num compromisso de amor e empenho, para que seja cada vez mais conhecido e seguido.

Ele entrou em nossas vidas pela graça da fé, esperança e caridade infundidas em nós desde o batismo, quando nos acolheu como filhos e filhas muito amados. Somos realmente filhos e filhas de Deus. Podemos chamá-lo de Pai porque sua vida divina circula em nós; Ele nos adotou e infundiu o seu Espírito Divino em nosso coração, que nos acompanha em todo tempo e lugar.

É a aliança firmada entre Ele e cada batizado. Mesmo que nos afastamos dele pela infidelidade, Ele nunca se afasta de nós, porque nos marcou com o seu selo indelével e nos quer de volta como o pastor que não sossega até encontrar a ovelha desgarrada.

Que sentido tem o Natal para nós, que vivemos comprometidos com Cristo não só um dia do ano, mas o ano todo e todos os dias da vida? Na verdade, Ele está em nós e quer estar na vida de todas as pessoas.

Tomamos consciência desta presença divina quando estamos atentos aos sinais que nos deixou: em primeiro lugar mediante sua palavra ouvida e acolhida com fé, proclamada na Eucaristia, que é sua presença viva; sinal importante de sua ação em nós são os sacramentos que nos deixou e que marcam todo o percurso da vida, à semelhança da vida natural que está em contínuo crescimento até atingirmos a plenitude da maturidade; mas Ele vem a nós também na pessoa do nosso semelhante, que é um sinal vivo que nos põe em con­tato com Cristo. “Tudo o que fi­zer­des ao menor dos meus irmãos será a mim que o fareis”.

A todo momento, celebramos a vinda de Cristo. Basta estarmos atentos na fé e na caridade, aos sinais que nos deixou. Se quisermos acolher Jesus como Maria e José em seu Natal, como os pastores de Belém que acreditaram na mensagem dos Anjos naquela noite santa e seguiram a luz da estrela que os conduziu à gruta de Belém, como haviam anunciado, todos nós estaremos vivendo e celebrando a vinda de Cristo, que não se resume num único dia, mas a cada momento.

Devemos celebrar o Natal de Jesus com todos os que acreditam nele, alegrar-nos na comemoração do seu nascimento, como festejamos o natalício dos nossos pais, irmãos e amigos. É o nascimento do nosso Rei, Senhor e Pastor, é sua vinda a nós, é a graça divina que dá sentido novo à vida em qualquer situação em que nos encontrarmos.

Vamos, neste Natal de 2011, celebrar o melhor Natal de nossa vida na luz da fé e da caridade. E quando desejarmos Feliz Natal a quem se aproximar de nós neste dia, estaremos sendo os anunciadores do nascimento de Cristo, dando a todos o melhor presente, que não se mede pelo dinheiro. É o próprio Jesus que daremos e que deseja nascer em seu coração.

A toda a diocese de Marilia, de Garça e Panorama, eu desejo Feliz Natal e saibam que estarei rezando por todos nesta Noite Santa. (Dom Osvaldo Gi­untini, bispo diocesano de Ma­rília)

Link: 245 pessoas viram!