Home» Liturgia Diária» Ficai atentos a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer

Ficai atentos a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer  

Ano B – 28 de novembro de 2015

Cor Liturgica: VERDE (Sábado da 34ª Semana Tempo Comum )

Lucas 21,34-36

Aleluia, aleluia, aleluia.
Vigiai e orai para ficardes de pé ante o filho do homem! (Lc 21,36). 

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 21 34 disse Jesus aos seus discípulos: “Velai sobre vós mesmos, para que os vossos corações não se tornem pesados com o excesso do comer, com a embriaguez e com as preocupações da vida; para que aquele dia não vos apanhe de improviso.
35 Como um laço cairá sobre aqueles que habitam a face de toda a terra.
36 Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem”.
Palavra da Salvação.
 


Comentário do Evangelho
O DISCÍPULO CAUTELOSO
            À espera da vinda do Senhor, o discípulo corre o risco de deixar-se contaminar com posturas contrárias ao Reino. Poderá endurecer seu coração com os prazeres, a embriaguez e as preocupação da vida. Desta forma, perderá uma oportunidade única de experimentar a comunhão que o Pai lhe reservou com tanto carinho.
            Seu desafio maior consiste em “permanecer em pé diante do Filho do Homem”, quando ele vier. Em outras palavras, manter viva a chama da fé em meio a tribulações e tentações; acreditar no amor, embora em meio ao egoísmo e à violência; ser solidário e generoso, onde grassa a cobiça e a ganância; estar sempre pronto a perdoar e a viver reconciliado, embora o ambiente possa incentivar a vingança; pôr-se a serviço da justiça e da verdade, mesmo onde impera a injustiça e a mentira. “Permanecer em pé”, nestas circunstâncias, será obra da graça divina no coração humano. Sem esta força, o discípulo será incapaz de resistir às solicitações do mal e do pecado, e sucumbirá na própria fraqueza.
            O discípulo cauteloso mantém-se vigilante e em oração a fim de ter forças para sair vitorioso diante das provações que advirão. Sabendo que não será poupado de se apresentar diante do Filho do Homem, cujo dia “cairá como uma rede” sobre toda a humanidade, volta-se confiante para o Pai, de quem espera o auxílio necessário para perseverar. Vigilância e oração serão sempre dois apelos indispensáveis para ele.
 
 
Leitura

Daniel 7,15-27

Leitura da profecia de Daniel.
7 15 Quanto a mim, Daniel, senti minha alma desfalecer dentro de mim, e fiquei perturbado por essas visões de meu espírito.
16 Aproximando-me de um dos assistentes, perguntei-lhe sobre a realidade de tudo isso. Respondeu-me dando a explicação seguinte:
17 “Esses grandes animais, (disse), em número de quatro, são quatro reis que se levantarão da terra.
18 Mas os santos do Altíssimo receberão a realeza e a conservarão por toda a eternidade.
19 Quis então saber exatamente o que representava o quarto animal, diferente dos demais, pavoroso em extremo, cujos dentes eram de ferro e as garras de bronze, que devorava, depois triturava e calcava aos pés o que sobrava”.
20 Quis ser informado sobre os dez chifres que tinha na cabeça, bem como a respeito desse outro chifre que havia surgido e diante do qual três chifres haviam caído, esse chifre que tinha olhos e uma boca que proferia palavras arrogantes, e parecia maior do que os outros.
21 Tinha visto esse chifre fazer guerra aos santos e levar-lhes vantagem, até o momento em que veio o ancião,
22 quando foi feita justiça aos santos do Altíssimo e quando lhes chegou a hora de obterem a realeza.
23 Ele me respondeu: “O quarto animal é um quarto reino terrestre, diferente de todos os demais, que devorará, calcará e aniquilará o mundo.
24 Os dez chifres indicam dez reis levantando-se nesse reino. Mas depois deles surgirá outro, diferente, que destronará três.
25 Proferirá insultos contra o Altíssimo, e formará o projeto de mudar os tempos e a lei; e os santos serão entregues ao seu poder durante um tempo, tempos e metade de um tempo.
26 Mas realizar-se-á o julgamento e lhe será arrancado seu domínio, para destruí-lo e suprimi-lo definitivamente.
27 A realeza, o império e a suserania de todos os reinos situados sob os céus serão devolvidos ao povo dos santos do Altíssimo, cujo reino é eterno e a quem todas as soberanias renderão seu tributo de obediência”.
Palavra do Senhor.
 
 
Salmo Dn 3
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
 
Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
 
Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
 
 
Oração
Levantai, ó Deus, o ânimo dos vossos filhos e filhas, para que, aproveitando melhor as vossas graças, obtenham de vossa paternal bondade mais poderosos auxílio. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Link: 68 pessoas viram!