Home» Liturgia Diária» Jovem, eu te ordeno, levanta-te!

Jovem, eu te ordeno, levanta-te!  

Dia 13 de Setembro – Terça-feira

SÃO JOÃO CRISÓSTOMO
BISPO E DOUTOR
(Branco, Prefácio Comum ou dos Pastores – Ofício da Memória)


Antífona de Entrada

Velarei sobre as minhas ovelhas, diz o Senhor; chamarei um pastor que as conduza e serei o seu Deus (Ez 34,11.23s).


Oração do dia

Ó Deus, força dos que em vós esperam, que fizestes brilhar na vossa Igreja o bispo são João Crisóstomo por admirável eloqüência e grande coragem nas provações, daí-nos seguir os seus ensinamentos e robustecer-nos com sua invencível fortaleza. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.


Leitura (1 Coríntios 12,12-14.27-31)

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Coríntios.
12 12 Porque, como o corpo é um todo tendo muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo.
13 Em um só Espírito fomos batizados todos nós, para formar um só corpo, judeus ou gregos, escravos ou livres; e todos fomos impregnados do mesmo Espírito.
14 Assim o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos.
27 Ora, vós sois o corpo de Cristo e cada um, de sua parte, é um dos seus membros.
28 Na Igreja, Deus constituiu primeiramente os apóstolos, em segundo lugar os profetas, em terceiro lugar os doutores, depois os que têm o dom dos milagres, o dom de curar, de socorrer, de governar, de falar diversas línguas.
29 São todos apóstolos? São todos profetas? São todos doutores?
30 Fazem todos milagres? Têm todos a graça de curar? Falam todos em diversas línguas? Interpretam todos?
31 Aspirai aos dons superiores. E agora, ainda vou indicar-vos o caminho mais excelente de todos.
Palavra do Senhor. 


Salmo Responsorial 99/100

Nós somos o seu povo e seu rebanho.

Aclamai o Senhor, ó terra inteira,
servi ao Senhor com alegria,
ide a ele, cantando jubilosos!

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,
ele mesmo nos fez, e somos seus,
nós somos seu povo e seu rebanho.

Entrai por suas portas dando graças
e em seus átrios com hinos de louvor;
dai-lhe graças, seu nome bendizei!

Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,
sua bondade perdura para sempre,
seu amor é fiel eternamente!


Evangelho (Lucas 7,11-17)

Aleluia, aleluia, aleluia.
Um grande profeta surgiu entre nós, e Deus visitou o seu povo (Lc 7,16).

 
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 7 11 dirigiu-se Jesus a uma cidade chamada Naim. Iam com ele diversos discípulos e muito povo.
12 Ao chegar perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto a ser sepultado, filho único de uma viúva; acompanhava-a muita gente da cidade.
13 Vendo-a o Senhor, movido de compaixão para com ela, disse-lhe: “Não chores!”
14 E aproximando-se, tocou no esquife, e os que o levavam pararam. Disse Jesus: “Moço, eu te ordeno, levanta-te”.
15 Sentou-se o que estivera morto e começou a falar, e Jesus entregou-o à sua mãe.
16 Apoderou-se de todos o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta surgiu entre nós: Deus voltou os olhos para o seu povo”.
17 A notícia deste fato correu por toda a Judéia e por toda a circunvizinhança.
Palavra da Salvação. 


Comentário ao Evangelho

O GRANDE PROFETA
A ressurreição do filho da viúva de Naim revelou a identidade profética de Jesus. Tomados de espanto diante do milagre, os presentes glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta surgiu entre nós, e Deus visitou seu povo”.
Na tradição religiosa popular, esperava-se a volta do profeta Elias, no final dos tempos. Este fora o grande profeta do passado que combateu, exemplarmente, pela pureza da fé. Entre seus feitos gloriosos está a ressurreição do filho único de uma viúva da cidade de Sarepta. No final de sua vida, o profeta foi elevado aos céus. Por este motivo, acreditava-se que haveria de voltar, quando a História chegasse ao fim.
O milagre de Jesus levou o povo a fazer a ligação entre ele e o profeta Elias. Portanto, o fim estava chegando, e Deus ia manifestando sua misericórdia para com a humanidade.
Contudo, o povo era ainda incapaz de perceber a diferença entre Jesus e Elias. Aquele era o Filho, enviado pelo Pai, com a missão de fazer a misericórdia divina beneficiar toda a humanidade. Não antecipava a vinda de alguém maior. Sua pessoa era a maneira mais plena pela qual o Pai podia manifestar o seu amor e visitar o seu povo.
A ressurreição do menino foi o sinal de como a morte e a tristeza estavam sendo superadas por meio da ação do Messias Jesus.

Oração
Espírito que manifestas o amor de Deus, que a contemplação dos milagres de Jesus ajude-me a compreender o quanto o Pai nos ama e nos mostra a sua misericórdia.


Sobre as Oferendas

Ó Deus, dignai-vos aceitar este sacrifício na festa de são João Crisóstomo para que, seguindo as suas exortações, também nos ofereçamos a vós com alegria. Por Cristo, nosso Senhor.


Antífona da Comunhão

Não fostes vós que me escolhestes, diz o Senhor. Fui eu que vos escolhi e vos enviei para produzirdes frutos, e o vosso fruto permaneça (Jo 15,15).


Depois da Comunhão

Concedei, ó Deus de misericórdia, que a comunhão recebida na festa de são João Crisóstomo nos confirme no vosso amor e nos transforme em testemunhas da vossa verdade. Por Cristo, nosso Senhor.

Link: 73 pessoas viram!