Home» Sem categoria»

2o DOMINGO DO ADVENTO
05 de dezembro de 2010

1. Aprofundando os textos bíblicos: Isaías 11,1-10; Salmo 72(71); Romanos 15,4-9; Mateus 3,1-12

No evangelho, João Batista introduz o ministério de Jesus através do convite à conversão (v.2). João prega no deserto da Judéia e usa trajes dos antigos profetas a (2Rs 1,8). Sua palavra é acompanhada pelo testemunho de despojamento e fidelidade. Como o profeta no exílio na Babilônia, João exorta o povo a preparar o caminho do Senhor, a endireitar as veredas, a mudar o modo de viver. Não há privilégios de raça (vv. 8-9), pois o Senhor oferece a salvação a toda a humanidade. João exorta a produzir frutos, a partir da mudança de vida. Seu batismo com água é um sinal que acompanha a conversão. Ele dá testemunho de Jesus, declarando-se indigno de tirar as sandálias, tarefa realizada, sobretudo pelos escravos. Os que acolhem Jesus são batizados pelo Espírito Santo e pelo fogo, símbolo de purificação. A ação da graça de Deus santifica e leva a exercer a missão com fidelidade, como ressalta a imagem do “trigo guardado no celeiro” (v.12). Na 1a leitura, a alusão ao “tronco seco” supõe o fim da dinastia de Davi, filho de Jessé. Mas, essa dinastia, considerada esgotada, é objeto de uma promessa de estabilidade da parte de Deus (cf. 2Sm 7) que se cumprirá no Messias. A 2a leitura destaca que Cristo glorificou o Pai, manifestando a salvação a todos os povos. Os cristãos são chamados a seguir o exemplo de Cristo, acolhendo-se uns aos outros. Na acolhida mútua, fraterna manifesta-se o evangelho da salvação universal revelado por Cristo.

2. Atualizando

João Batista, precursor do Messias, figura importante do advento, nos convida a uma decisiva conversão, a endireitar a vida em fidelidade ao projeto de Deus. O Espírito nos impele a produzir frutos de justiça, amor solidário e paz, preparando assim os caminhos para a vinda do Cristo Salvador.

3. A palavra de Deus na celebração

Ao celebrar a eucaristia experimentamos o já e o ainda não. “Anunciamos Senhor a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição”, e suplicamos: “Vinde, Senhor Jesus”. “A eucaristia é tensão para a meta, antegozo da alegria plena prometida por Cristo (Ecclesia de Eucharistia).

4. Dicas e sugestões

As leituras podem ser contadas de forma que fique bem evidente o anúncio. Outras sugestões, vejam no Dia do Senhor, Ciclo do Natal, ABC, p. 55-59.

cf.: revista de Liturgia


Link: 78 pessoas viram!